Confira a dinâmica de rendimento do Tesouro Direto para aplicar com segurança e ótima rentabilidade

Tem um bom dinheiro e quer saber quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto para investir com segurança e, ao mesmo tempo, obter ótima rentabilidade? Então, siga conosco para conferir o desempenho desse tipo de aplicação diante de outros produtos similares.

No post de hoje, comparamos a performance dos 3 tipos de aplicações no Tesouro Direto (Selic, IPCA e Prefixado) com LCI/LCA, Poupança e CDB. Desse modo, você pode escolher o título de renda fixa com o melhor custo-benefício para seu perfil.

E, depois de fazer sua escolha, ainda recomendamos a plataforma de investimentos ideal para montar uma carteira diversificada e eficiente. Confira!

Como funciona o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa que oferece títulos públicos federais de renda fixa, tidos como os mais seguros do mercado, pois têm garantia do Governo. Isso significa que você “empresta” dinheiro para investir em obras públicas e, em troca, recebe o retorno com juros, ao final do prazo contratado.

Essas aplicações estão garantidas pelo Tesouro Nacional, portanto, são consideradas as opções mais seguras do país, além de oferecer liquidez diária (possibilidade de resgatar de imediato, quando precisar).

Além disso, você pode começar a investir com apenas R$ 30, o que democratiza o acesso ao mundo dos investimentos, inclusive para iniciantes ou aqueles com pouco capital disponível.

Esse tipo de investidor preza pela segurança, protegendo o patrimônio ao colocar na carteira a aplicação que apresenta o menor nível de risco, sem perder de vista a boa remuneração, mesmo que seja cobrado o Imposto de Renda (IR) e a taxa de custódia da B3.

Quais são os títulos do Tesouro Direto?

Antes de conferir quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto, é importante conhecer as 3 modalidades de investimento nesses títulos públicos: Tesouro Selic, IPCA e Prefixado. Veja a seguir!

Tesouro Selic

No Tesouro Selic, os títulos são pós-fixados e variam conforme o desempenho da taxa básica de juros do país. Essa é uma boa opção para quem está começando a investir ou quer formar uma reserva de emergência para lidar com imprevistos, por exemplo.

Quando a Selic está em alta, a remuneração desse título fica mais atrativa, porém, o inverso também pode acontecer. Por isso, é importante acompanhar as novidades do mercado financeiro para diversificar a carteira com diferentes ativos e níveis de risco.

Tesouro IPCA+

O pós-fixado Tesouro IPCA+ é uma ótima opção para proteger sua carteira dos efeitos do processo inflacionário, garantindo o poder de compra mesmo quando há o aumento desenfreado dos preços. Isso porque a remuneração do título está acima da inflação. 

No Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado, há a opção de receber juros semestrais junto com a rentabilidade dos títulos. Essa é uma forma de ter uma renda extra de tempos em tempos, que são pagos a cada 6 meses, além do valor corrigido na data de vencimento.

Tesouro Prefixado

Já no Tesouro Prefixado, você sabe exatamente quanto terá de retorno no final do prazo contratado. Essa é uma boa maneira de ter previsibilidade da performance da carteira, pois a remuneração não está sujeita a eventuais oscilações do mercado financeiro.

Banner aquisição papoca

Como é o rendimento do Tesouro Direto?

O rendimento do Tesouro Direto é informado no ato da aplicação, podendo ser prefixado ou pós-fixado. No primeiro caso, você sabe a taxa exata, por exemplo, 11,22% ao ano. Já no segundo caso, o retorno está atrelado a um índice do mercado, como a taxa Selic hoje (taxa básica de juros) ou o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), um indicador de inflação.

Veja alguns exemplos de rentabilidade anual do Tesouro Direto, em diferentes modalidades:

  • Tesouro Prefixado 2027: 11,22%
  • Tesouro Prefixado 2031: 12,00%
  • Tesouro Selic 2027: Selic + 0,0972%
  • Tesouro Selic 2029: Selic + 0,1525%
  • Tesouro IPCA+ 2029: IPCA + 6,17%
  • Tesouro IPCA+ 2035: IPCA + 6,16%

Nos títulos pós-fixados, a taxa é composta por duas partes: a variação da Selic ou do IPCA, adicionada a um percentual predeterminado no momento da aplicação. Para entender melhor, veja um comparativo entre o desempenho do Tesouro Selic e da Poupança. Lembrando que esses valores podem variar de acordo com o mercado e esta é apenas um simulação.

InvestimentoPrazoRendimento aproximado (já deduzido o IR)Resgate aproximado Popupança (Isenta de IR)
R$ 1.000.000,001 mêsR$ 1.007.755,70R$ 1.005.833,69
R$ 1.000.000,006 mesesR$ 1.034.805,27R$ 1.035.516,58
R$ 1.000.000,0012 mesesR$ 1.075.058,91R$ 1.072.294,59

*A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros e podem sofrer alterações

Como investir no Tesouro Direto?

Depois de saber quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto, o próximo passo é saber como investir no Tesouro Direto. Aliás, isso pode ser feito de forma segura e simples no Super App do Inter, com aplicação inicial a partir de 30 reais. E o melhor: você concorre a prêmios com o Tesouro Premiado!

Veja como é simples investir nos títulos do Tesouro:

  • Entre no Super App do Inter;
  • Selecione o menu “Investir”;
  • Vá até a opção “Ver todos”;
  • Clique em “Tesouro Direto”;
  • Escolha o título de preferência;
  • Inclua o valor e confirme a operação!

Existe um limite máximo para investir no Tesouro Direto?

Preparamos um post para mostrar quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto porque esse é o valor máximo de aplicação por CPF. O limite é válido para toda a carteira de títulos adquirida pelo investidor durante o mês, mas pode ser flexibilizado em caso de reaplicação.

Por exemplo, digamos que, no mês de vencimento e pagamento de juros dos títulos já adquiridos, você ultrapasse o limite de 1 milhão pelo retorno dos investimentos feitos. No caso, é possível flexibilizar esse limite para reaplicar os recursos em um único tipo de título.

Banner Campanha Tesouro Premiado

Afinal, quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto?

Para descobrir, na prática, quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto, fizemos simulações com 3 modalidades desse tipo de aplicação, para objetivos de curto, médio e longo prazo. Ainda, comparamos a performance com os produtos: LCI/LCA, Poupança e CDB.

Logo adiante, veja os resultados obtidos no simulador do Tesouro Direto, que consta no portal do programa. Essas informações se baseiam em projeções de mercado, o que não garante resultados futuros, apenas servem para demonstrar a dinâmica de remuneração.

Rendimento do Tesouro Selic

Se você tem objetivos de curto prazo, veja os resultados do simulador do Tesouro Selic para o rendimento de 1 milhão!

  • Título: Tesouro Selic 2027
  • Capital investido: R$ 1.000.000,00
  • Rentabilidade anual: Selic + 0,0972%
  • Vencimento: 01/03/2027
  • Retorno bruto: R$ 1.263.318,09
  • Desconto do IR: R$ 39.497,71
  • Taxa de custódia da B3: R$ 6.275,88
  • Retorno líquido do Tesouro Direto: R$ 1.216.936,76
InvestimentoTesouro Selic 2027LCI/LCAPoupançaCDB
Valor bruto de resgateR$ 1.263.318,09R$ 1.192.628,27R$ 1.190.821,15R$ 1.215.379,75
Rentabilidade bruta8,92% a.a.6,65% a.a.6,58% a.a.7,39% a.a.
CustosR$ 6.275,88R$ 0,00R$ 0,00R$ 0,00
Desconto do IRR$ 39.497,71R$ 0,00R$ 0,00R$ 32.306,96
Valor líquido de resgateR$ 1.216.936,76R$ 1.192.628,27R$ 1.190.821,15R$ 1.183.072,79
Rentabilidade líquida7,44% a.a.6,65% a.a.6,58% a.a.6,33% a.a.
Fonte: Tesouro Direto. *A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros.

Rendimento do Tesouro IPCA+

Para objetivos de médio prazo, confira como seria o rendimento de 1 milhão no simulador do Tesouro IPCA+!

  • Título: Tesouro IPCA+ 2029
  • Capital investido: R$ 1.000.000,00
  • Rentabilidade anual: IPCA + 6,17%
  • Vencimento: 15/05/2029
  • Retorno bruto: R$ 1.602.729,18
  • Desconto do IR: R$ 90.409,37
  • Taxa de custódia da B3: R$ 12.646,41
  • Retorno líquido do Tesouro Direto: R$ 1.496.839,86
InvestimentoTesouro IPCA+ 2029LCI/LCAPoupançaCDB
Valor bruto de resgateR$ 1.602.729,18R$ 1.370.052,11R$ 1.357.260,04R$ 1.416.972,68
Rentabilidade bruta10,04% a.a.6,59% a.a.6,38% a.a.7,32% a.a.
CustosR$ 12.646,41R$ 0,00R$ 0,00R$ 0,00
Desconto do IRR$ 90.409,37R$ 0,00R$ 0,00R$ 62.545,90
Valor líquido de resgateR$ 1.496.839,86R$ 1.370.052,11R$ 1.357.260,04R$ 1.354.426,78
Rentabilidade líquida8,52% a.a.6,59% a.a.6,38% a.a.6,34% a.a.
Fonte: Tesouro Direto * A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros.

Rendimento do Tesouro Prefixado 

Considerando objetivos de longo prazo, acompanhe o desempenho da aplicação de 1 milhão no simulador do Tesouro Prefixado, com o diferencial dos juros semestrais!

  • Título: Tesouro Prefixado 2035 com juros semestrais
  • Capital investido: R$ 1.000.000,00
  • Rentabilidade anual: 11,90%
  • Vencimento: 01/01/2035
  • Retorno bruto: R$ 3.224.747,28
  • Desconto do IR: R$ 313.420,41
  • Taxa de custódia da B3: R$ 35.732,87
  • Retorno líquido do Tesouro Direto: R$ 2.649.803,18
InvestimentoTesouro Prefixado 2035PoupançaLCI/LCACDB
Valor bruto de resgateR$ 3.224.747,28R$ 1.913.393,93R$ 1.900.263,41R$ 2.037.136,69
Rentabilidade bruta11,73% a.a.6,33% a.a.6,27% a.a.6,97% a.a.
CustosR$ 35.732,87R$ 0,00R$ 0,00R$ 0,00
Desconto do IRR$ 313.420,41R$ 0,00R$ 0,00R$ 155.570,50
Valor líquido de resgateR$ 2.649.803,18R$ 1.913.393,93R$ 1.900.263,41R$ 1.881.566,19
Rentabilidade líquida9,67% a.a.6,33% a.a.6,27% a.a.6,17% a.a.
Fonte: Tesouro Direto * A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros.

Vale lembrar que, para fazer outras simulações, a calculadora do Tesouro Direto está disponível no site do programa governamental. Dessa maneira, você pode incluir diferentes valores e prazos de resgate para conferir o potencial de remuneração, caso a caso.

Precisa declarar o Imposto de Renda do Tesouro Direto?

Sabendo quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto, também vale entender que é preciso incluir o investimento na declaração do Imposto de Renda. Esse tributo é cobrado no resgate da aplicação, com a tabela regressiva. Quanto mais tempo o dinheiro ficar aplicado, menos imposto você pagará, na hora de declarar o Tesouro Direto no Imposto de Renda.

O que fazer após conferir quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto?

Agora que você sabe quanto rende 1 milhão no Tesouro Direto e como fazer sua aplicação, venha para o Inter agora mesmo e tenha acesso aos melhores investimentos para seu perfil de investidor e objetivos financeiros, de curto a longo prazo.

Dúvidas frequentes

Qual é o melhor título do Tesouro Direto?

O melhor título do Tesouro Direto depende dos objetivos financeiros. Se o investidor tiver metas de curto prazo, a recomendação é o Tesouro Selic. Já se as metas forem de médio e longo prazo, as indicações são Tesouro IPCA+ e Tesouro Prefixado, respectivamente.

Como aplicar no Tesouro Direto?

Essa aplicação pode ser feita no Super App do Inter, no menu “Investir”. Depois de selecionar o título do Tesouro Direto, é só escolher o valor a ser aplicado e confirmar a operação, considerando o prazo de vencimento e a taxa de juros, por exemplo.

https://static.bancointer.com.br/blog/author/images/42574d570c934efcb1824ab9c120bba0_helen.jpg
Helen ChavesAnalista de Investimentos

Acredito que o acesso a informação de qualidade pode transformar a relação das pessoas com o mercado financeiro.

Gostou? Compartilhe
Assuntos relacionados
Para simplificar a vida Investir
Quanto rende 10 mil no Tesouro Direto?

Descubra quanto rende 10 mil nos títulos do Tesouro Direto....

Leia mais
Para simplificar a vida Investir
Quanto rende 100 mil no CDB? Hoje, por mês e por ano!

Descubra quanto rende 100 mil no CDB: hoje por mês e por ano....

Leia mais
Para simplificar a vida Investir
Quanto rende 50 mil na poupança? Será que vale a pena?

Vale a pena investir 50 mil na poupança? Descubra agora....

Leia mais